16 de janeiro de 2016

RESENHA | A Nona Configuração — Willian Peter Blatty

Título: A Nona Configuração
Título Original: The Ninth Configuration
Autor: Willian Peter Blatty
Editora: Ediouro/Selo Agir
Páginas: 160
Lançamento: 2015
Onde comprar: Buscapé

Sinopse:

Um médico psiquiatra, encarregado de tratar pacientes em uma macabra e secreta mansão gótica transformada em manicômio para ex-combatentes, se vê questionando sua fé e compaixão, em meio à loucura que impera no lugar. Logo esse trabalho começa a colocar em cheque todas as suas crenças, a tal ponto de ele não sabe mais o limite entre o real e o falso, a sanidade e o delírio.

Em A Nona Configuração, do autor best-seller de O Exorcista, o psiquiatra Coronel Kane passa por muitas provações à medida que o centro é tomado pelo caos, e se depara com o seu maior desafio: enfrentar os próprios demônios... Nesta narrativa tensa e violenta, o suspense e terror psicológico imperam. Nada é o que parece ser e o final reserva grandes surpresas.

Opinião:

O início do livro fez parecer que seria uma história muito boa: uma mansão estilo gótico, cheia de gárgulas assustadoras que se transformou em um manicômio para ex-combatentes... mas quando a narrativa começa para valer, toda minha expectativa caiu, e questionei-me como um escritor que escreveu um livro como O Exorcista pode escrever um livro tão neutro como A Nona Configuração.

A maior parte de livro é composta por diálogos entre os personagens, sem nenhuma ação, adrenalina, terror ou suspense. Os diálogos são confusos que me tive que reler mais de uma vez algumas frases ou falas. Veja um exemplo:
"— Diga isso a Nammack e veja se isso o conforta em sua agonia. O que devo dizer a ele? "Escute, Nammack, tenha calma. Eu falei com o coronel Kane e, apesar de ser solidário a você, ele disse para encher a porra do útero com pílulas de suicídio e Aspirina, considerando que Fell é inconstante, mas correto”? E que ele também disse “Entendo”?"
O livro não é de tudo ruim. O escritor explora um tema forte: o tratamento de pessoas que passaram por grandes traumas psicológicos que, nesse caso, são ex-combatentes que depois de lutarem por seu país, acabam enlouquecendo por causa das guerra que precisaram enfrentar. Um dos personagem mais icônico é o astronauta, que de certa forma é um louco inteligente que dá muita dor de cabeça ao psiquiatra Coronel Kane. No fim das contas, você não sabe quem é louco e quem é são.

O livro teve sua primeira publicação em 1966 com o título Twinkle, Twinkle, “Killer” Kane. Em 1978 foi reformulado e recebeu o título The Ninth Configuration. No Brasil, recebeu primeiramente o título de Paranoia pela Editora Record, e recentemente foi relançado pela Editora Agir com o título A Nona Configuração.

Em 1980 o livro recebeu uma adaptação para as telas com o título de The Ninth Configuration (A Nona configuração), contando com Stacy Keach, Scott Wilson, Jason Miller, Ed Flanders e Tom Atkins no elenco, tem duração 114 minutos. O filme é um projeto pessoal de Willian Peter Blatty que rendeu um Globo de Ouro de melhor roteiro, porém dividiu opiniões por não seguir um padrão linear, mas sim, fazendo uma mistura de realidade e alucinação.

A leitura não flui muito bem devido aos diálogos confusos como mencionei acima, porém é uma leitura rápida por possuir poucas páginas, agora se vale a pena ler ou não, na minha opinião sim, até porquê gosto é gosto. hehehe Avaliei o livro em
Gostaria de saber de vocês que leram o livro ou assistiram o filme: o que acharam do final e do tratamento usado por Kane? Deixe seu comentário aí em baixo.






4 comentários:

  1. William Peter Blatty é o homem de um sucesso só, muitos autores surgiram na década de 70 após um estrondoso sucesso e depois desapareceram completamente. Blatty por mais que tentasse em Espirito do Mal não conseguiu repetir a dose de O Exorcista, estou curioso acerca deste livro, li a versão antiga, Paranóia, que foi reescrita e transformada em Nona Configuração. Espero que a Editora continue as publicações dele, após um hiato de 30 anos ele produziu mais três romances, Elsewhere, sobre casas assombradas, Dimiter, suspense centrado em vingança e Crazy sobre um garoto especial.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também espero que continuem com a publicação.
      Por curiosidade, você possui o livro Paranoia?

      Excluir
  2. Oi, Junior!
    Sou louco para ler esse livro. Faz tempo que estou paquerando ele na livraria. Faltando grana =/
    Depois da sua resenha, acho que vou esperar um pouco antes de comprar. Mas gosto de tirar minhas próprias conclusões!
    Gratidão.
    Abraços
    Blog do Ben Oliveira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,Bem!!!
      Vale a pena a compra caso esteja em promoção. Por se tratar de um livro pequeno, acredito que será uma leitura rápida.

      Excluir