9 de janeiro de 2016

RESENHA | Mentes Perturbadas — T.J. Nicodemus

Autor: T.J. Nicodemus
Editora: Itacaiúnas
Páginas: 288
Lançamento: 2015
Onde comprar: Clube de Autores

***Livro Cedido por Parceria***

Sinopse:

"Preciso que você compreenda, antes de iniciar esse livro, que possuir uma mente perturbada não é uma espécie de maldição. Depois de tudo que vi, agora acredito que a loucura em grande parte depende de a qual voz você dará ouvidos ou de qual lado da arma você pretende ficar.
O resto é tudo delírio convencional."

Opinião:

Mentes Perturbadas é um livro perturbador pelas histórias insanas que possui, pelos devaneios e loucuras presentes, pela variedade de gêneros que se fundem... As narrativas são de fácil leitura e ao mesmo tempo possuem o asco de uma boa história de horror. Os contos são bem articulados e apresentam desfechos surpreendentes. Eles se passam no mundo, trazem referências de culturas pop não só brasileiras, mas de vários países, de autores como Cervantes (autor de Dom Quixote) a bandas como Beatles; não é um livro com linguajar ou cultura brasileira embutida, mas um livro escrito por um brasileiro que tem no sangue a dádiva de contar boas histórias.

Os contos narrados no livro são as “páginas negras” de um dossiê deixado nos arquivos pessoais do Asilo de Loucos Violet, e essas páginas são relatos autobiográficos ou mesmo histórias ficcionais escritas pelos próprios pacientes.
“Personalidades conturbadas que a própria medicina havia abandonado a mercê de sua loucura. Seres que tiveram aqui seus nomes preservados, pois a simples citação de suas sílabas alinhadas levaria o leitor ao distúrbio mais profundo. Mentes insanas, que durante muito tempo tiveram suas vidas esquecidas no fundo da gaveta de um sanatório.” — Pág.11
Ao todo são 31 “relatos”, uns curtos outros mais longos, mas todos muito bem escritos e desenvolvidos, e eu, como sempre, tive preferências, fui cativado de várias formas, alguns por apresentarem uma obscuridade sem igual, outros por serem mais psicológicos, outros apenas por terem algum personagem marcante ou uma temática interessante. Dentre eles os que mais se destacaram foram:

DESÍGNIOS DE UMA MENTE PERTURBADA: Um homem dizia que era perseguido na faculdade e as pessoas descrentes acabaram o colocando num manicômio. Após algum tempo ele sai de lá começa a viver sua vida a base de álcool e sexo. Quando está em decadência, sendo enxotado de um bar, pega seu Dodge e parte pelas estradas do Kansas afim de reencontrar sua ex-namorada Christine e vingar-se dos seus perseguidores. Esse conto tem um final inesperado...
“Eu cresci. [...]
Eu envelheci. [...]
Eu matei.
Poderia simplesmente ocultar essa parte, mas ela me parece tão natural quanto as outras duas.
Matar me ensinou o quanto somos sensíveis com relação ao desejo dos mais fortes. Durante muito tempo fui um rato. Aninhado. Escondido dentro da parede. Fugindo dos meus predadores e da minha própria sombra.” — Pág. 23
O SEPULTADOR DE BRINQUEDOS: Stevan é um menino que assim como qualquer outro, adora brincar, vive no quintal de sua casa perto do canteiro de flores com uma pá de jardim. O garoto já teve inúmeras babás, e sempre uma nova garota é incumbida de cuidar do garoto. Uma delas um dia descobre que ele usa a pá para cavar túmulos para seus brinquedos quebrados, uma coisa que seu pai também fazia quando criança. Até aí tudo bem, é apenas um hábito estranho. Mas quando a babá resolve cavar uma das lápides o que ela encontra é algo fora do normal, é aí que mora a perversidade do conto.

JUDY (DRIVE MY CAR – I’M ONLY SLEEPING – MOTHER): São três contos independentes, mas que envolvem os mesmos protagonistas. No primeiro, Judy é apenas uma bebê nos braços de seu pai médico e... assassino, pois ele matou sua mulher. No segundo, Judy já está grandinha e tem um pesadelo que atiça sua curiosidade. No terceiro, Judy completa 15 anos e pede para seu pai um presente um tanto diferente: ela deseja ver sua mãe, que seu pai disse ter uma doença e por isso ela fica trancada no quarto desde que a garota nasceu. Ambos os contos são ótimos e são regados ao Rock’n Roll dos Beatles.

CONSTRUTOR DE CAIXÕES: Baseado numa lenda Britânica. Mr. Nekroz encomendava caixões a carpinteiros oferecendo um bom dinheiro, especificações de medidas exatas e um endereço para entregarem o caixão em determinada data e hora. Quando o carpinteiro ia entregar o caixão algo muito estranho acontecia. O que será?

PRIMAVERA MALDITA: Patrick e seu pai, Paul, estão de férias e decidem alugar uma cabana para passar uma temporada, encontram uma com um bom preço que fica no meio do nada e possui lago. Chegando lá eles encontram uma árvore diferente margeando o lago, repleta de flores vermelhas e que tem um rosto entalhado no seu tronco, quando perguntam sobre o rosto no tronco ao dono da cabana ele diz que há uma lenda de que a árvore nasceu no local onde haviam matado e enterrado um homem. Eles não se preocupam muito e ficam na cabana... Porém eles começam a sentir um mau cheiro terrível que se intensifica a cada dia, um fedor que se torna insuportável. O desfecho desse conto é algo notável.
O criador e sua obra. Imagem feita pelo próprio autor, com alguns dos personagens presentes no livro.

A MÁSCARA: Um homem em sua lua-de-mel resolve dar um passeio numa feira de rua afim de aproveitar seus últimos dias na cidade, ele convida sua mulher mas ela diz estar com dor de cabeça e decide ficar no hotel. Ele vai a feira e lá uma senhora bem velha de uma barraca de ervas fica o observando, ele vai ao seu encontro e pede uma erva para a dor de cabeça da esposa. Enquanto procura vê uma máscara que o assusta por seus traços perversos. A mulher alega que a máscara é dele, que foi deixada por um antepassado seu para ser entregue a ele. Depois de muita insistência ele leva a máscara para o apartamento, a esposa fica furiosa e joga a máscara fora, ele, porém procura e pega ela de volta. O que acontece com eles e com a máscara são coisas que você só irá descobrir lendo o livro.

Outros contos que gostei bastante são: O DESCANSO DO SÉTIMO DIA, onde temos seis pessoas desaparecidas, assassinatos e tem um final muito louco; O RENASCIMENTO DA ESCRITA, ambientado no ano 2.500, o personagem Júlio vive cercado de tecnologia e deseja aprender a ler num mundo onde as palavras e a escrita foram esquecidas; O QUE É REAL PARA VOCÊ?, lemos o pedido de ajuda de um louco internado no Violet; O VALE ENCANTADO, onde o menino órfão Bruce cria um mundo encantado com duendes e tesouros no final do arco-íris, um tanto fantasioso mas termina de um jeito inesperado; RESPEITÁVEL PÚBLICO, conhecemos um desiludido atirador de facas de um circo, que se sente um artista ignorado por todos e decide fazer algo para ser notado; SATURNINOS, uma aula de História do universo no planeta Saturno, onde o professor explica aos seus alunos sobre o declínio da Terra utilizando a ganancia do homem para justifica-lo; OS HATHAWAY’S, Charlie estava voando sobre o Triangulo das Bermudas e seu avião cai, ele acorda num circo itinerante no meio do nada e muita coisa vai acontecer; e O CASO MORDRAKE, onde um médico psiquiátrico do Violet dizia a seus pacientes que eles não são loucos e deviam dar atenção as vozes que ouviam, fazendo com que seus pacientes matassem ou se suicidassem.
“As pessoas “reais” ficam ofendidas por não verem as pessoas com quem você conversa. Isso as incomoda muito. É muito deselegante falar com alguém invisível aos olhos da maioria.
E quando os medicamentos finalmente começam a fazer efeito então você começa a esquecer.
Esquece seu pai, mãe e todos os outros. Agora só existem os homens de branco e as vozes que você escuta através do muro.” — O QUE É REAL PARA VOCÊ? Pág. 123
Devem ter notado que eu gostei de muitos contos, né? Os que não citei são tão bons quanto esses. Queria falar mais deles e dos outros, mas para evitar spoiler e para não me alongar muito eu tive que selecionar só alguns. Espero ter suscitado em vocês a curiosidade por essas histórias, o livro leva
BookTrailer:

22 comentários:

  1. Cara, esse booktrailer tá super bizarro! Causa arrepios!
    O livro parece mesmo ter essa pegada perturbadora que você comentou na sua resenha. Creio que não sou psicologicamente forte para uma leitura desse tipo hauhauuahuhauhuah.

    Parabéns pela resenha!
    www.bravuraliterariablog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito Obrigado Phelipe,
      bom te ver por aqui, participe do sorteio para quem sabe ganhar e ter o gostinho de ler esse livro!
      Abraços

      Excluir
    2. Olá, Phelipe.
      Agradeço a disponibilidade de apreciar a resenha e ver o Booktrailer do livro. Realmente existe certo impacto em sua produção, mas são elementos inevitavelmente encontrados em nosso cotidiano. Se for o caso, será um prazer lhe ter como leitor :D
      Abraços.

      Excluir
  2. Oi, Leitor Noturno!
    Que resenha maravilhosa... PQP!
    Adorei os trechos destacados e os comentários sobre os contos. Não sou o tipo de pessoa que compra livros pela capa, mas a de Mentes Perturbadas está muito linda!
    Grato por divulgar mais um autor nacional desta temática. Continue com o bom trabalho! O blog ainda vai muito longe, tenho certeza...
    Abraços

    Blog do Ben Oliveira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ben,
      Obrigado pelos elogios! Realmente essa capa está linda. Fazemos o possível para manter e aumentar a qualidade das publicações.
      Abraços

      Excluir
    2. Olá, Ben.
      Agradeço o elogio sobre a arte da capa, tanto aqui quanto no Facebook. Um trabalho de quase um ano foi necessário para aperfeiçoar a imagem até o ponto de publicação e é muito prazeroso obter esse reconhecimento.
      O Matheus de fato realizou um trabalho digno de nota nessa resenha belíssima.
      Boa sorte no sorteio.

      Excluir
  3. Esse Book trailer é assustador... Ansiosa pra ler Mentes Perturbadas de T.J.Nicodemos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lia,
      participe do sorteio, quem sabe você não será a felizarda de receber esse lindo livro? Se não ganhar, pode adquiri-lo pelos links no topo do post ou diretamente com o autor no link da página dele do sorteio.
      Abraços

      Excluir
    2. Será uma honra, Lia. Aprecio muito o seu trabalho.
      Abraços.

      Excluir
  4. Matheus, adorei a resenha. Deu pra ter uma boa ideia do que esperar de Mentes Perturbadas.
    O book trailer tá sinistro.
    A capa tá linda *-*

    Esse livro é muito bom!
    Nico escreve super bem :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rê,
      Muito obrigado! Nico é top na escrita e top na ilustração, tanto da capa quanto dos personagens.
      Abraços

      Excluir
  5. Participando e torcendo muito!!
    sol.antuano@ig.com.br
    https://www.facebook.com/Natalia.Nascimento20/posts/1069102466480824?pnref=story
    Obrigada

    ResponderExcluir
  6. Legal adorei a resenha, participando e torcendo muito

    ResponderExcluir
  7. Matheus!
    O livro me interessou por vários motivos: por ser contos, por ser terror e por se passar em um sanatório.
    Como psicóloga não posso me abster de uma leitura fascinante como essa, carregada de distúrbios mentais.

    Rudynalva Correia Soares
    rudynalva@yahoo.com.br
    Participo e mais tarde sairá divulgação no blog.
    “Saber interpor-se constantemente entre si próprio e as coisas é o mais alto grau de sabedoria e prudência.” (Fernando Pessoa)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Top Comentarista fevereiro, 4 livros e 3 ganhadores, participe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal Rudy (se puder de chamar assim! hehe
      Caso não ganhe o sorteio, pode entrar em contato com o autor e adquirir o livro.
      Abraços

      Excluir
  8. Realmente muitas emocoes adorei participando do sorteio

    ResponderExcluir
  9. eu nem assisti ao book trailer e ja estou louca para ler mais esse,instigante resenha,mais um objeto de desejo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sara, esse livro é ótimo, um conto melhor que o outro, se quiser adquiri-lo, pode entrar em contato direto com o autor por meio de sua página: https://www.facebook.com/AutorTJNicodemus/
      Acredito que venha autografado.
      Abraços

      Excluir