9 de maio de 2016

RESENHA | Os Goonies — Steven Spielberg & James Kahn

Título: Os Goonies
Título Original: The Goonies
Autores: Steven Spielberg & James Kahn
Editora: DarkSide Books
Páginas: 240
Lançamento: 2014
Onde comprar: [Special Edition] | Brochura

Sinopse:

O clássico filme infanto-juvenil, "Os Goonies", volta direto dos anos 1980, adaptado para livro. Às vésperas de serem despejados de seus lares, um grupo de crianças - os Goonies - segue em busca de um tesouro escondido, em uma história fantástica de amizade.
“Os Goonies é, na verdade, um filme sobre a amizade, sobre manter-se unido. O sonho de toda criança é poder estar no controle de seu próprio destino, ainda que apenas por um sábado à tarde. Não seria incrível nunca perdermos esse sonho? A verdadeira magia dessa história está sobretudo naquilo que eles se tornam uns para os outros, de uma maneira muito especial.” – Steven Spielberg
 Opinião:

Após duas longas semanas de provas, nada melhor para descansar do que ler um bom livro. Olhando para minha estante, deparei com aquela linda capa dura, com letras douradas e uma caveira no centro: Os Goonies. Não poderia ter escolhido um livro melhor, uma história leve e repleta de aventuras!
“...esta é a história do que aconteceu naquele último longo dia do outono passado, o dia antes do nosso despejo. E eu sei que uma boa parte dessa história vai parecer difícil de engolir, mas juro por Deus que cada palavra é verdadeira.” — Pág. 17
Na pequena cidade costeira de Astória, no Oregon, mais especificamente nas Docas Goon, Mikey e seus amigos estão procurando alguma coisa para fazer juntos antes de serem despejados por uma empresa que quer transformar o bairro deles em um enorme campo de golfe.

Os Goonies, como são conhecidos os garotos que vivem nas docas, resolvem vasculhar o sótão da casa de Mikey e, no meio de toda aquela bagunça, encontram um antigo mapa que mostra a localização de um suposto tesouro pirata escondido sob a cidade. Os garotos, é claro, pensando em viver uma última grande aventura juntos e, quem sabe conseguir dinheiro suficiente para impedir que suas casas sejam demolidas, partem em busca do tesouro perdido do lendário Willy Caolho.
“E, de repente, algo na maneira como eu estava parado e no céu verde-roxo engraçado e aquele vento desorientado dizendo algo-vai-acontecer e o cheiro do sótão mofado... Eu apenas sabia que estava prestes a descobrir algo.” — Pág. 37
Mikey Walsh, quem nos conta essa fantástica aventura, é um garoto tímido de 13 anos que vive tendo crises de asma, porém é determinado e enxerga o mundo de uma maneira única; Gordo é o irreverente personagem que usa uma mentira para quase tudo nessa vida; Dado é aquele que vive criando as mais diferentes engenhocas; Bocão, como o seu próprio nome diz, não cala a boca nem por um segundo; e Brand, é o irmão mais velho de Mikey, ele tenta a todo instante impedi-los, mas acaba embarcando nessa aventura.
Mapa do Tesouro de Willy Caolho

Além desses personagens, também temos as garotas (elas tinham que aparecer em algum momento, não é?) Stef e Andy, que se juntam mais tarde na busca pelo tesouro. Não bastasse os perigos que estavam por vir, os Goonies ainda topam com a quadrilha italiana Fratelli, um trio de bandidos fugitivos da polícia, e com o “monstro” Sloth, que chega causando e rouba o coração de todos.
“Não, eu amo a água. A água é para onde eu vou quando quero parar de ter medo. O que eu temo é a escuridão. Saber que existe algo lá, mas que você não consegue ver o que é. Isso é o que me assusta.” — Pág. 164
Em meio aos grandes perigos, armadilhas mortais e inúmeros desafios, eles irão aprender a enfrentar seus medos e ver o real valor de cada um, fortalecendo cada vez mais o laço que os une. A história é uma verdadeiro tesouro, uma lição de amizade e companheirismo, que nos ensina a viver a vida com mais intensidade, alcançar nossos objetivos e enfrentar qualquer desafio que apareça pelo caminho com garra e coragem.
“[...] Mas a melodia está lá, juro por Deus, da mesma forma que as imagens estão realmente nas nuvens, assim como há padrões nos quebra-cabeças que algumas pessoas podem ver e outras não. Bem, talvez isso faça de mim um sonhador. Mas quem não tem sonhos?” — Pág. 69
Esse livro, escrito por James Kahn é uma novelização do roteiro do filme The Goonies de 1985, escrito por Steven Spielberg e Chris Columbus. O filme foi dirigido por Richard Donner e se tornou um clássico infanto-juvenil. Todo mundo diz que assistiu esse filme na Sessão da Tarde, porém eu nunca vi nem propaganda dele e ainda não assisti, mas pretendo fazê-lo em breve. Se você já viu o filme, vale a pena relembrar a história lendo essa fantástica edição da DarkSide Books. E se você, assim como eu, não viu o filme, leia o livro antes. É uma ótima pedida para sair da rotina. O livro recebe





Nenhum comentário:

Postar um comentário